Você pratica Yoga?

Dia desses, lendo um jornalzinho destes de bairro encontrei um texto muito interessante , que serve para reflexão. A autoria é de Ciro Castro, professor de Yoga em Florianópolis.

“Observando o universo do Yoga atual com olhos de pesquisador científico conseguimos separar algumas características que saltam aos olhos de imediato. Não vamos aqui entediar o leitor com uma descrição detalhada das várias facetas deste universo e também dos indivíduos que o compõe.

Porém, algo realmente chama a atenção quando nos jogamos nesta empreitada. É sabido que o ser humano tem o hábito de se unir a semelhantes, de procurar aqueles que possuem maneirismos, gestos, vestuários que de alguma forma se encaixam com espectativas conscientes, ou talvez não, que nutrimos socialmente. Isso acontece no Yoga também, oras! Nada mais natural, ou neste universo não temos pessoas se sociabilizando?

Pare a fita! Neste instante que a vaca começa a ir para o brejo. Continuar lendo

Farofa de pão

Bateu uma vontade de fazer uma farofa para o almoço, você olha no armário e não tem qualquer tipo de farinha. E agora? Tem pão? Aquele pão dormido terá uma utilidade e pode virar farofa.

Pegue dois pãezinhos a bata-os no liquidificar até virarem farinha. Se eles não estiverem duros, basta deixá-los no forno até torrarem um pouco e endurecerem. Continuar lendo

Miss Cup

Na época em que eu escrevia para uma revista de Yoga no Brasil, eu tive a ideia de fazer um “test drive” sobre um produto que era, para mim, inusitado: coletor menstrual. Eu já tinha ouvido falar sobre o produto e resolvi testá-lo para ver qual era. Procurei pela internet, encontrei várias explicações, acabei optando pelo Miss Cup, entrei em contato com os fabricantes e em pouco tempo o produto chegou em minha casa e dei prosseguimento ao teste.

Li atentamente as instruções e devo confessar: foi difícil! Me atrapalhei bastante no início; não tinha certeza se o tinha colocado de forma certa e por várias vezes tive problemas com vazamentos. Porém, vale ressaltar que sou extremamente sem jeito e isso conta e conta muito! Continuar lendo

O que são vrttis?

Muito se fala sobre o controle dos vrttis através do Yoga (Yogas citta-vrtti-nirodah – Y.S. I-2), mas o que são eles? São imagens mentais, pensamentos, desejos, ou o quê?

Segundo o sutra (Vrttayah pañcatayyah klistaklistah – Y.S. I-5), Patanjali diz que as modificações mentais são de cinco tipos, podendo ser doloras ou não dolorosas. Ele agrupa esses vrttis de duas formas: Em relação ao nosso próprio sentimento e de acordo com a natureza do pratyaya produzido na consciência.

Primeiramente consideremos a reação desses vrttis sobre os nossos sentimentos. Neste caso, as reações podem ser neutras, prazerosas ou dolorosas. Continuar lendo

Yoga restaurativo para gestantes

Enquanto fortalecimento e alongamento são aspectos importantes de uma aula de yoga para gestantes, o relaxamento é igualmente um importante elemento para complementar a prática. O Yoga Restaurativo consiste em posturas de relaxamento apoiadas, mantidas por um período prolongado de tempo, oferecendo ao corpo e a mente uma pratica voltada para a cura, repouso e integração.

Em outras palavras, quando estamos relaxados, nossos corpos podem realizar todas as tarefas associadas com a cura e repouso, necessárias para que sejamos capazes de nos recuperarmos das nossas atividades diárias. Continuar lendo

Yogas citta-vrtti-nirodah

Querer explicar o que é Yoga é como querer explicar o que é Deus. Vários são os caminhos, alguns convergem, outros não, todos certos à sua maneira. Dentre a infinidade de opções, podemos optar por um dos mais conhecidos Sutras: Yogas citta-vrtti-nirodah (Y.S. I-2). Patanjali resume de maneira simples e objetiva a natureza essencial do Yoga, ou seja, que o Yoga é o controle das flutuações da mente. Mas para entendermos como isso acontece, precisamos primeiramente entender o conceito e a relevância de cada palavra. Continuar lendo

Mangala Mantra

Aprenda o Mangala Mantra (mantra da felicidade universal) com a professora Dany Sá.

Om svasthi prajabhiyah paripala yantam
Nya yena margena mahim mahishah
go brahmanebhyah subhamastu nityam
loka samasta sukino bhavantu
Om shantih, shantih, shantihih

Om. Que a prosperidade e o bem-estar sejam glorificados.
Que os governantes nos governem com justiça.
Que a sabedoria e o conhecimento sejam protegidos.
Que todos os seres, em todos os lugares, sejam livres e felizes.

Fiquem na paz!

Gui Silva

Pão de beijo

Pão de beijo (receita vegana)

2 batatas baroa (mandioquinhas) grandes, cozidas e amassadas
1 1/2 xícara de polvilho azedo
1/2 xícara de polvilho doce
1/2 xícara de água morna
1/2 xícara de óleo de girassol (ou azeite)
2 colheres de café de sal
orégano ou outros temperos a gosto

Misturar bem todos os ingredientes, amassando bem com as mãos. Moldar bolinhas e assar por 20 a 30′.

Na minha opinião, dá para colocar um pouco menos de azeite, umas 3 a 4 colheres de sopa e mesmo assim manter a qualidade e o sabor.

Fiquem na paz!

Gui Silva

Como o Yoga pode ajudar no desenvolvimento do seu filho

Calma e equilíbrio são, provavelmente, as primeiras palavras que vem a mente dos pais quando falamos em Yoga para Crianças . As crianças são sempre lembradas por sua imensa energia e excitação e apesar de admirarmos essa qualidade é importante que seu filho tenha a capacidade de permanecer focado e atento quando necessário.

Para aqueles pais que procuram uma maneira de melhorar a concentração do seu filho o Yoga pode ser a resposta para você. Pesquisas comprovam que o Yoga para crianças ajuda a melhorar a sua flexibilidade, saúde, equilíbrio, entre muitas outras coisas. Continuar lendo

Massa à indiana

A receita original é de um ravioli recheado com frango, mas no caso aboli a carne e fiz numa massa comum (para veganos) e quem quiser uma opção lacto-vegetariana, pode usar uma massa recheada com queijo.

Ingredientes:
Aproximadamente 400g da massa de sua preferência
3 colheres de sopa de azeite
1 dente de alho amassado
1 cebola pequena em cubos
1 pimentão vermelho em cubos
1 pimentão verde em cubos
1 lata de creme de leite (ou creme de soja para os veganos)
1 colher de chá de curry
Sal a gosto

Preparo:
Doure o alho e a cebola no azeite, acrescente os pimentões e frite bem. Adicione o curry, o sal e por último o creme de leite. Cozinhe a massa. Escorra e sirva com o molho quente.

Fiquem na paz!

Gui Silva