O que são vrttis?

Muito se fala sobre o controle dos vrttis através do Yoga (Yogas citta-vrtti-nirodah – Y.S. I-2), mas o que são eles? São imagens mentais, pensamentos, desejos, ou o quê?

Segundo o sutra (Vrttayah pañcatayyah klistaklistah – Y.S. I-5), Patanjali diz que as modificações mentais são de cinco tipos, podendo ser doloras ou não dolorosas. Ele agrupa esses vrttis de duas formas: Em relação ao nosso próprio sentimento e de acordo com a natureza do pratyaya produzido na consciência.

Primeiramente consideremos a reação desses vrttis sobre os nossos sentimentos. Neste caso, as reações podem ser neutras, prazerosas ou dolorosas. A maioria das percepções sensoriais que produzem as modificações mentais possuem caráter neutro. Um exemplo, é quando caminhamos e notamos uma árvore. Não haverá uma reação de prazer ou dor na mente. Portanto, essas modificações são classificadas como não dolorosas. Porém quando ingerimos algo saboroso ou vemos uma cena horrível criamos modificações que despertam prazer ou dor respectivimante. De acordo com a teoria dos Klesas (Y.S. II-5) todas as experiências de prazer ou dor são penosas, logo essas modificações são classificadas como dolorosas. Isso acontece porque a nossa ignorância (avidya) nos faz ver prazer em experiências que são fontes potenciais de dor e, portanto, nos leva atrás desses prazeres. Por exemplo, a ingestão de chocolate pode ser vista como uma fonte da prazer. Porém, se exagerarmos na dose, passaremos mal e o prazer será transformado em dor. Se retirássemos o véu da ilusão (maya), veríamos dor potencial oculta nos prazeres e não apenas a dor presente de forma ativa.

O outro aspecto em que os vrttis são classificados é de acordo com a natureza do pratyaya produzido em citta. Quando expomos desta forma, o objetivo é mostrar que todas as nossas experiências mentais consistem apenas em modificações mentais e nada mais. Desta maneira, os vrttis são de cinco tipos: Conhecimento correto, conhecimento incorreto, fantasia, sonho e memória (Pramana-viparyaya-vikalpa-nidra-smrtayah – Y.S. I-6).

Pramana e viparyaya referem-se a todas as imagens que são formadas por algum tipo de contato direto com o exterior através dos nossos sentidos. Vikalpa e smrti abrangem as imagens que são produzidas sem qualquer tipo de contato da mente com o exterior. Elas são o resultado da atividade da mente a partir das percepções sensoriais reunidas e armazenadas previamente. No caso de smrti, as percepções são reproduzidas com fidelidade. Já no caso de vikalpa, a reprodução pode se dar de qualquer forma, coerente ou não, de acordo com a vontade. No estado de nidra, a vontade não tem qualquer controle sobre a reprodução, podendo ocorrer de forma fantásticas, absurdas e até certo ponto influenciada pelos desejos presentes na mente subconsciente (Freud mesmo dizia que nossos sonhos são as materializações dos nossos medos e desejos presentes nessa fração da mente).

Quando analisamos todas as experiências mentais, verificamos que todas elas podem ser classificadas em qualquer um dos grupos. Podemos testar a qualquer momento, basta adotarmos qualquer modificação mental e veremos isso. Na verdade, algumas modificações são tão complexas que podem ser inseridas em dois ou mais grupos. Eis por que os vrttis são chamados pañcatayyah, ou seja, quíntuplos.

Citta inclui todos os níveis da mente, mas somente as modificações da mente concreta inferior são levadas em consideração na classificação das citta-vrttis porque elas acontecem no nível mais baixo, chamado manas inferior, que funciona através de manomaya kosa. Quando o homem mantém a sua mente confinada à essa mente inferior, pode conceber apenas as imagens derivadas das percepções obtidas através dos órgãos sensoriais. As citta-vrttis correspondentes aos níveis mais elevados da mente estão além da sua compreensão e só poderão ser percebidas quando a consciência transcende a mente inferior atingindo este nível. Por isso a prática de Yoga começa sempre a partir do controle e a supressão do tipo inferior das citta-vrttis com que cada um está familiarizado e pode compreender.

Fiquem na paz!

Gui Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s